PUBLICIDADE

Você nunca deve usar Leite de Rosas no rosto — saiba o porquê!

19 dezembro 2019
O Leite de Rosas foi criado pelo seringalista Francisco Olympio de Oliveira, em 1929. Oliveira desenvolveu, junto a um amigo farmacêutico, uma loção branca e perfumada à base de álcool e cânfora, e começou a produzir o Leite de Rosas no bairro de Laranjeiras, zona sul do Rio.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O produto que “limpa, alveja e amacia a cútis” — como diziam nas propagandas antigas —inicialmente foi concebido para o embelezamento feminino, em seguida, passou a ser utilizado como loção pós-barba, desodorante para as axilas, removedor de maquiagem e produto para limpeza de pele.

Leite de rosas clareia a pele? Pode ser usado no rosto?




Para que serve o Leite de Rosas?


O Leite de Rosas é um desodorante, mas foi bastante divulgado em rádios e revistas da época como produto multiuso para limpar a pele e remover a maquiagem, combater acnes e espinhas, proteger a cútis e perfumar.

“O Leite de Rosas desencarde e alveja axilas e os cotovelos escurecidos, dando a essas regiões aparência atraente e conservando-as rigorosamente limpas e perfumadas. Parasiticida por excelência, Leite de Rosas é ainda formidável embelezador da cútis: espinhas, cravos e quaisquer manchas – panos, sardas etc. – desaparecem às primeiras aplicações do precioso leite de beleza” Revista carioca, 1938.

Em 2019, o tradicional Leite de Rosas ainda é usado como demaquilante e indicado até para clarear manchas  mas será o melhor produto para usar no rosto?

Composição do Leite de Rosas


  • Álcool, água, digluconato de clorexidina, óxido de zinco, sorbitol e fragrância.

— Álcool: Amplamente utilizado em cosméticos como antisséptico, carregador, adstringente e solvente, dada a sua grande capacidade de dissolver gordura. Quando utilizado em altas concentrações, o álcool resseca a pele.

— Digluconato de clorexidina: Usado como antisséptico tópico em cosméticos líquidos. É bastante alcalino e pode causar irritação. 

— Óxido de Zinco: Usado quando se deseja uma coloração branca para o produto. É um pouco adstringente, antisséptico e antibacteriano.

— Sorbitol: Um álcool de açúcar encontrado em frutas e plantas.


Leite de Rosas é bom para a pele do rosto?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A fórmula adstringente faz o produto desengordurar a pele imediatamente, o que pode parecer realmente atrativo para pessoas com pele oleosa e tendência a acne, mas esse “benefício” de curto prazo acaba com consequências negativas a longo prazo. 

O óleo produzido existe por uma razão: sua principal função é a proteção da pele – controlando a perda de água transepidermal, formando uma barreira à prova d’água e inibindo o crescimento de fungos e bactérias.

Ao remover essa barreira com produtos secantes, como o Leite de Rosas, você pode:

  1. desequilibrar o microbioma da pele  bactérias e fungos bonzinhos que têm a função de proteger a região;
  2. dificultar a retenção de umidade (desidratar) e prejudicar a elasticidade;
  3. tornar a pele mais vulnerável a agressores ambientais, como a radiação UV e poluição;
  4. acelerar o envelhecimento;
  5. levar ao surgimento de acne e outras doenças de pele.

A superfície da pele é ligeiramente ácida. Essa acidez ajuda a pele a manter sua força, a evitar infecções impedindo o crescimento de bactérias, e facilita a esfoliação de células mortas na superfície. 

Uma das principais razões por que produtos tão adstringentes ou desinfectantes são prejudiciais à pele é porque esta necessita de um meio ácido para funcionar apropriadamente. Extremos de pH (neutro ou alcalino) podem ocasionar desestruturação da queratina ou remoção excessiva do sebo, causando ressecamento da pele.


Leite de rosas no rosto


Devemos evitar qualquer produto para a pele que contenha álcool?


Quando expressamos preocupação com a presença de álcool em produtos para cuidados com a pele estamos nos referindo aos álcoois simples:

  1. Alcohol – assim, purinho, como na fórmula no leite de rosas.
  2. Alcohol Denat.
  3. Ethanol
  4. Ethanol Alcohol
  5. Denature Alcohol
  6. Methanol
  7. Benzyl Alcohol
  8. Isopropyl Alcohol
  9. SD Alcohol
  10. SD Alcohol 40

Esses tipos de álcoois voláteis proporcionam aos produtos um acabamento de secagem rápida e desengorduram a pele imediatamente, por isso é fácil vê-los em produtos recomendados para pele oleosa. No entanto, os danos causados por estes álcoois podem piorar o quadro de oleosidade e espinhas, além de causar irritação.

Em um estudo de 2003, em médicos que usavam produtos de limpeza à base de álcool para tirar germes de suas mãos, foi observado que o álcool removeu o óleo natural e fez com que a pele perdesse umidade e hidratação. 

Logo, o uso de fórmulas como a do tradicional Leite de rosas envelhece a pele devido o efeito extremamente secante que causa desproteção.


Álcoois graxos


Existem outros tipos de álcoois, conhecidos como álcoois graxos, que são encontrados com mais frequência em cremes e hidratantes por suas propriedades hidratantes e espessantes. Esses álcoois são derivados de gorduras e óleos naturais, como o coco e a palma, que são ricos em ácidos graxos saudáveis ​​para a pele, portanto, são benéficos. 

  1. Glycol
  2. C12-16
  3. Cetyl Alcohol
  4. Stearyl Alcohol
  5. Lauryl alcohol
  6. Cetearyl Alcohol
  7. Myristyl Alcohol

Todos eles são bons ingredientes para a pele seca e, em pequenas quantidades, são adequados para qualquer tipo de pele, pois proporcionam uma textura agradável e ajudam a manter os ingredientes estáveis ​​nos produtos.

CONCLUSÃO:


Leite de rosas é desodorante, inclusive está registrado na Anvisa como desodorante corporal. Não possui nenhum ativo hidratante ou clareador, não há razões para utilizá-lo na pele frágil do rosto.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Temos soluções micelares, demaquilantes, limpadores, espumas e sabonetes faciais. Dadas as diversas alternativas amigáveis à pele que estão disponíveis no mercado, é fácil renunciar a produtos com ingredientes que são potencialmente prejudiciais!

Continue lendo:


 Tem dúvidas ou sugestões? Pode deixar nos comentários!


Referências:
Alcohol in Skin Care: The Facts
Manuela G. Neuman, et al., “Ethanol signals for apoptosis in cultured skin cells,” Alcohol, April 2002; 26(3):179-190.
Kownatzki E., “Hand hygiene and skin health,” J Hosp Infect. 2003 Dec;55(4):239-45.

Mundo das Marcas - Leite de Rosas

2 comentários:

  1. Eu usava bastante como demaquilante, antes ainda desse boom de cuidados com a pele. Mas parei de usar depois que usei como REMOVEDOR DE TINTA ESMALTE, que é o pior tipo de tinta pra se remover, e saiu tudo perfeitamente. Daí eu OPS algo errado aí hahaha hoje só uso produtos melhores pro rosto. E o cheiro é horrível, né?

    Boas festas *-*
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas ótimas informações!!

    ResponderExcluir

- Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores.
- Não são permitidos links que redirecionam diretamente para um post, vídeo ou sorteio.
- Seu comentário é muito importante para o andamento do blog e é um grande incentivo para mim, deixe sua opinião, dica, elogio, critica (com fundamento) ou sugestão.
- Apreciamos educação!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para ser notificado(a) quando eu responder seu comentário!

© 2018 - Todos os direitos reservados Desenvolvido com amor, Lariz Santana