PUBLICIDADE

É necessário usar condicionador após a máscara de hidratação?

23 setembro 2020
Depois da máscara devo aplicar o condicionador sempre: verdade ou mito?

Não é de hoje que o uso do condicionador nos cabelos vem gerando pequenas dúvidas. Algumas pessoas o aplicam depois do shampoo e antes da máscara de hidratação, enquanto outras preferem deixá-lo como último passo da lavagem e aplicá-lo após a máscara para "selar" as cutículas dos fios.

Qual será a melhor maneira? Compreenda melhor o assunto agora!

É necessário usar condicionador após a máscara de hidratação?


Afinal, para que serve o condicionador?


Ao lavar os cabelos com shampoo, nossos fios ficam eletrostaticamente carregados em razão da repulsão entre as moléculas carregadas negativamente e se repelem, embaraçando-se uns com os outros, e adquirem aspecto áspero e arrepiado. 

O principal objetivo de um condicionador é oferecer a neutralização das cargas residuais negativas deixadas pelos shampoos e promover o efeito de regulação do pH. Também busca oferecer condições adequadas de maciez, brilho, volume e penteabilidade.

Os condicionadores modernos buscam realizar uma ou mais das seguintes funções:

  • Facilitar o penteado;
  • Suavizar a estrutura capilar;
  • Minimizar a porosidade;
  • Doar brilho;
  • Fornecer proteção contra agressões térmicas, químicas e ambientais;
  • Hidratar;
  • Eliminar ou diminuir o frizz.


O conceito de hidratação dos cabelos:


Segundo GOMES (2019), A hidratação é uma característica cosmética que vem do tratamento da pele. As peles hidratadas são aquelas que possuem um conteúdo maior de água ou que podem reter melhor a perda transepidermal de água através das camadas superficiais da pele.


Embora a hidratação dos cabelos seja o principal atributo buscado por muitos consumidores e, portanto, considerada bastante positiva, vários estudos mostram que a hidratação dos cabelos não está realmente ligada ao seu teor de água. Em muitos casos, uma quantidade excessiva de água pode ser até mesmo prejudicial ao cabelo, provocando efeitos indesejáveis como o frisado e o aumento descontrolado do volume.

Em condições normais, o cabelo tem cerca de 10% de água retida, mas esse teor varia com a umidade relativa do ar. Quando molhado, o cabelo chega a absorver uma quantidade de água equivalente a 30% do seu peso. Com a absorção de água, muitas ligações fracas¹ são quebradas, o que promove leve inchamento, aumentando o volume do cabelo.

Ligações fracas¹: O cabelo é formado por queratina. Nessa proteína existem três tipos de ligações, que funcionam como “amarras” entre as fibras para garantir a forma e a integridade do fio. As ligações fracas são uma dessas amarras, as quais os químicos chamam de pontes de hidrogênio.

Investigações recentes, em que a percepção dos consumidores está associada ao conceito de hidratação, mostram que ela é um atributo basicamente sensorial e visual.
De acordo com essas pesquisas, as principais características para que um produto seja considerado hidratante são quatro: a suavidade e o deslizamento percebidos quando tocamos os cabelos com os dedos e as mãos, o aumento do brilho e a diminuição do volume dos cabelos.

Assim, podemos perceber que a hidratação é uma derivação do conceito de condicionamento dos cabelos!

Qual a diferença entre creme e máscara de hidratação?


Gomes (2019) afirma que é difícil diferenciar os conceitos de máscara e creme.

  • Os cremes possuem uma textura próxima à dos condicionadores tradicionais, apresentando pouca opacidade e viscosidade não tão alta.
  • As máscaras teriam uma estrutura de emulsão não iônica ou catiônica, com ótima opacidade e alta viscosidade  escorrem menos e cobrem melhor o cabelo.

Os ingredientes de condicionamento presentes nas máscaras se comportam de forma semelhante à de um condicionador ou creme. No entanto, geralmente, as máscaras são mais ricas em outros ingredientes, como manteiga de karité para revestir o cabelo e 'selar' a umidade, silicones ou óleos que podem penetrar no cabelo e melhorar a flexibilidade, adicionando maciez. Além disso, a quantidade dos ingredientes é geralmente mais elevada em % do que em condicionadores, explicando por que o produto final tem muita consistência.

Como as máscaras de hidratação atuam?


As máscaras de hidratação atuam basicamente nas primeiras camadas do cabelo, na cutícula e no córtex; Na cutícula ela atua promovendo o selamento das mesmas e o córtex será atingido no caso de uma reestruturação capilar, ou seja, máscaras que possuem em sua formulação aminoácidos ou proteínas, como a de queratina. (GOMES; GABRIEL,2006)

Comparado com os condicionadores e cremes, as máscaras dão o resultado instantâneo que todos nós buscamos. Geralmente elas deixam o cabelo muito macio e 'hidratado', com menos frizz, com melhor penteabilidade e mais brilhante.

Este produto é ótimo para crespas e cacheadas, e para pessoas que sofrem com cabelo danificado, ressecado e com frizz. Quando pessoas de cabelos lisos recorrem a máscaras hidratantes, obtêm um efeito de intensificação do alisamento, muitas vezes chamado efeito “liss”.

Então, é necessário usar condicionador após a máscara?


Aqui é uma questão de gosto pessoal, teste o que é melhor para os seus cabelos!

Se você comparar a fórmula de uma máscara e um condicionador da mesma linha, verá que são bastante parecidas — no entanto, a máscara sempre terá mais ingredientes condicionantes. 

Em vista do que foi apresentado, eu considero uma perda de produto e dinheiro e utilizo apenas a máscara, pois é suficiente para os meus fios.

Posso substituir condicionador por máscara?


A resposta depende da sua frequência de limpeza dos fios. Se você lava mais de duas vezes por semana, é melhor optar por intercalar com um condicionador para não deixar o cabelo com aspecto “pesado” devido a grande presença de agentes condicionantes nas máscaras.

Conclusão:


  1. O condicionador tem a função de fechar as cutículas que foram abertas com o uso do shampoo.
  2. As máscaras possuem uma formulação parecida com a dos condicionadores e cremes hidratantes, tendo uma estrutura de emulsão não-iônica ou catiônica. Apenas diferem-se por obter maior concentração de agentes espessantes, com ótima capacidade e alta viscosidade e por ser rica em substâncias condicionantes.
  3. O uso do condicionador após a máscara não é obrigatório, depende apenas de gosto pessoal e do estado do seu cabelo. Por si só as máscaras “hidratam”, repõem nutrientes e selam as cutículas.

Referências:

GOMES, A. L. O uso da tecnologia cosmética no trabalho do profissional cabeleireiro. 6° Edição. São Paulo: Editora SENAC, 2019.

GOMES R. K.; GABRIEL, M. Cosmetologia: descomplicando os princípios ativos. 2006.

Ilustração: Designed by Freepik

Se tiver alguma dúvida ou sugestão, basta deixar um comentário!

Pegue mais dicas no Pinterest » Simples Bella
Me siga no Instagram » @simplesbellablog

Um comentário:

- Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores.
- Não são permitidos links que redirecionam diretamente para um post, vídeo ou sorteio.
- Seu comentário é muito importante para o andamento do blog e é um grande incentivo para mim, deixe sua opinião, dica, elogio, critica (com fundamento) ou sugestão.
- Apreciamos educação!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para ser notificado(a) quando eu responder seu comentário!

© 2018 - Todos os direitos reservados Desenvolvido com amor, Lariz Santana