PUBLICIDADE

Protetor solar físico vs químico: Qual é a diferença?

14 julho 2019
Para qualquer pessoa com menos de 30 anos, o protetor solar é o melhor produto antienvelhecimento para usar. É de conhecimento geral que ele fornece proteção contra queimaduras solares, câncer de pele, rugas prematuras, sinais de envelhecimento e manchas.

Mas, entre protetor solar físico e protetor solar químico, você sabe a diferença? Qual deles tem menor probabilidade de causar irritação?

Há um grande debate sobre qual tipo de protetor solar é o melhor, então este post explicará as principais diferenças e te ajudará a tomar uma decisão bem informada na batalha dos filtros solares.

Protetor solar físico vs químico: Qual é a diferença?

O que é um protetor solar físico e como ele protege a pele:


O protetor solar físico – ou filtro solar mineral – contém minerais ativos, como óxido de zinco e/ou dióxido de titânio, dois ingredientes que oferecem cobertura de amplo espectro contra os raios UVA e UVB, e fornecem proteção instantânea após a aplicação. 

Os filtros físicos protegem exatamente como o nome sugere: eles criam uma barreira física entre a pele e a radiação solar. A proteção física não penetra na pele; ela permanece na superfície agindo como uma parede que desvia e espalha os raios UV para longe dela. 

Sua textura é tipicamente mais densa, mais espessa e opaca.

✚ Não deixe de ler: Os tipos de argila e seus benefícios para a pele

Como um protetor solar químico protege a pele?


O protetor solar químico contém ingredientes ativos orgânicos que agem como uma “esponja”: absorvem os raios UV, transformando-os em calor. 

Os filtros químicos oferecem cobertura contra raios UVA e UVB, mas a faixa de proteção depende da combinação dos ingredientes ativos utilizados. 

Além dos produtos químicos, esses filtros solares também contêm antioxidantes que protegem a pele dos radicais livres nocivos.

Protetor solar físico vs químico: Qual é a diferença?


Protetores solares físicos e químicos: Prós e Contras 


Prós do Protetor Solar Físico:


  1. É bom para a pele sensível, pois fórmulas minerais tendem a ser menos propensas a causar irritação. 
  2. Se você tem pele seca, o protetor solar físico também pode funcionar como um hidratante. 
  3. Protege a sua pele dos raios UVA e UVB. 
  4. Você não precisa esperar que ele comece a funcionar e pode sair imediatamente após a aplicação. 
  5. Este filtro solar é bom para a pele ativada pelo calor, especialmente aquelas que têm rosácea e vermelhidão, porque desvia o calor e a energia dos raios solares. 
  6. É menos propenso a obstruir os poros, portanto, torna-se uma ótima opção para peles com tendência a acne e manchas. 

Contras do Protetor Solar físico:


  • Protetores solares físicos são um pouco pesados ​​e podem fazer sua pele parecer super oleosa. 
  • Tem que ter cuidado ao usá-lo sob a maquiagem. 
  • Deixa um tom branco no seu rosto. Tanto o óxido de zinco como o dióxido de titânio demoram mais tempo a misturar-se na sua pele. Então, você tem que esfregar bem. 
  • E você tem que colocar o mesmo esforço para limpá-lo do seu rosto.

Prós do Filtro Solar Químico:

  1. O filtro solar químico se espalha facilmente e é ideal para uso diário.
  2. Você pode usá-lo com outros produtos ou maquiagem.
  3. Oferece aplicação uniforme.
  4. Pode usar quaisquer outros produtos de cuidados com a pele.

Contras do Filtro Solar Químico:

  • Como absorve calor, tende a aumentar sua temperatura interna. Isso pode agravar seus problemas de pigmentação, descoloração e manchas.
  • Ele precisa de um tempo para ser absorvido adequadamente em sua pele e começar a trabalhar.
  • Os filtros solares químicos usam vários produtos químicos para ampliar seu espectro, o que pode não ser adequado para todos os tipos de pele, pois podem causar ardor, irritação e quebrar a barreira de umidade.
  • Reaplicação frequente é uma obrigação quando você está sob a luz solar direta.
  • Pode agravar a condição de quem tem rosácea.
  • Dependendo da fórmula, pode entupir os poros.

Protetor solar físico ou químico: Qual é o melhor?


O protetor solar que funciona melhor para você depende exclusivamente do que a sua pele precisa.

Se você tem pele oleosa, vai gostar de usar um protetor leve e que não é gorduroso. Se você tem a pele sensível e fica vermelha facilmente, vai querer um protetor solar que não cause irritação. Se tem tendência a acne, vai querer algo que não obstrua seus poros. E se você tem pele negra, vai amar um filtro solar que não deixa um filme branco em seu rosto.

Independente da sua escolha, o ponto mais importante é que o seu protetor solar tenha amplo espectro, e que você use o suficiente – diariamente - para que sua pele seja protegida corretamente, ok?

Consulte um dermatologista para indicar o protetor mais adequado e com as substâncias necessárias para o seu tipo de pele!

Tem dúvidas ou sugestões? Pode deixar nos comentários!

Compartilhe este post para ajudar na divulgação!

Pegue mais dicas no Pinterest » Simples Bella
Me siga no Instagram » @simplesbellablog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores.
- Não são permitidos links que redirecionam diretamente para um post, vídeo ou sorteio.
- Seu comentário é muito importante para o andamento do blog e é um grande incentivo para mim, deixe sua opinião, dica, elogio, critica (com fundamento) ou sugestão.
- Apreciamos educação!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para ser notificado(a) quando eu responder seu comentário!

© 2018 - Todos os direitos reservados Desenvolvido com amor, Lariz Santana