PUBLICIDADE

4 formas de lidar com o estresse em meio a pandemia

21 março 2020
Têm sido dias difíceis. Você fica em casa, sentindo-se impotente e desamparado, à medida que o mundo vira um caos ​​em meio ao surto de coronavírus

Tem gente perdendo o emprego. As escolas fecharam. O mercado de ações entrou em colapso. O álcool em gel está indisponível. O mundo desacelerou e você lavou as mãos com tanta frequência que elas estão extremamente ressecadas. 

O avanço e a gravidade do COVID-19 se intensificam não apenas todos os dias, mas aparentemente a cada hora, e as notícias trazem uma imagem sombria e ameaçadora de uma nova realidade. 

À medida que a vida cotidiana se inverte e a incerteza toma conta, é natural que você se sinta sobrecarregado e preocupado. Mas existem maneiras de gerenciar e atenuar a ansiedade e o estresse, que podem ajudar a manter saúde mental, mesmo durante uma pandemia!

4 formas de lidar com o estresse em meio a pandemia



1. Mantenha-se informado, mas imponha limites!


É vital manter-se informado, principalmente sobre o que está acontecendo em sua cidade, para que você possa seguir as precauções de segurança recomendadas e a fazer sua parte para retardar a propagação do coronavírus. 

Mas há muita desinformação por aí, além de uma cobertura sensacionalista que apenas alimenta o medo nas pessoas. É importante ter discernimento sobre o que você lê e assiste, para que esse momento não vire tão perturbador! 

  1. Atenha-se a fontes confiáveis, como o Ministério da Saúde e os portais das autoridades locais de saúde pública.
  2. Limite a frequência com que você verifica as notícias. Deixar a TV ligada em toda a programação jornalística da Globo, ou atualizar com frequência o feed das redes sociais, pode se tornar compulsivo e alimentar a ansiedade e o estresse, em vez de aliviar. Portanto, preste atenção no seu comportamento - e nas emoções que ele está causando - e faça os ajustes necessários.
  3. Cuidado com o que você compartilha. Faça o possível para verificar as informações antes de transmiti-las, todos nós precisamos fazer nossa parte para evitar espalhar boatos e criar pânico desnecessário!

2. Concentre-se nas coisas que você pode controlar!


Estamos em um momento onde há muitas coisas fora do nosso controle, incluindo quanto tempo durará a pandemia e o que vai acontecer com a economia global depois dela. Muitos de nós respondemos pensando em todos os diferentes cenários possíveis – mortes, escassez, desemprego em alta etc. 

Porém, enquanto nos concentrarmos em perguntas com respostas e circunstâncias que estão fora do nosso controle pessoal, apenas provocaremos alterações químicas no organismo e, assim, alimentaremos a ansiedade e exaustão

Quando você se pegar com medo do que pode acontecer, tente mudar seu foco para coisas que você pode controlar. 

Por exemplo, você não pode controlar a gravidade do surto de coronavírus em sua cidade, mas pode tomar medidas para reduzir o risco em sua casa, como: 

  • Ficar em casa o máximo possível e só sair em situações extremamente necessárias.
  • Evitar multidões e visitas.
  • Higienizar corretamente as mãos e o rosto.
  • Dormir bastante, para ajudar o seu sistema imunológico.
  • Seguir todas as recomendações das autoridades de saúde.

3. Não deixe o coronavírus dominar todas as conversas!


Manter-se conectado virtualmente, seja por meio de mensagens ou bate-papo em vídeo, é uma das melhores maneiras de diminuir os impactos do isolamento social. 

Entretanto, não deixe a pandemia dominar as suas conversas. É importante fazer uma pausa nos assuntos estressantes e aproveitar a companhia do outro – rir e compartilhar histórias como se essa situação não existisse! 

Rir aumenta a circulação sanguínea, diminui os sintomas de ansiedade e ajuda a regular a reatividade emocional a todas essas circunstâncias estressantes.

Lembre-se, também, que as emoções são contagiosas. Evite falar com pessoas que tendem a ser negativas ou que reforçam os seus medos sobre o assunto!

4. Cuide do seu corpo e da sua mente!


→ Permaneça com a sua rotina. Mesmo ficando o dia inteiro em casa, mantenha os seus horários como de costume. Isso te ajudará a manter um senso de normalidade.

→ Tire um tempo para você. Momentos de isolamento social nos dão a oportunidade de nos conectarmos com nossos pensamentos e sentimentos de uma maneira mais intima. Aproveite essa privacidade para fazer um exercício de reconhecimento pessoal!

→ Faça atividades que você gosta. Leia um bom livro, assista a uma série, jogue videogame ou aprenda uma nova receita.

→ Gaste energia. Isso te ajudará a liberar a ansiedade, aliviar o estresse e gerenciar seu humor. Pratique exercícios, yoga ou simplesmente dance!

→ Adote uma prática de relaxamento. Quando os estressores desequilibram o sistema nervoso, técnicas de relaxamento, como ASMR, respiração, meditação e ioga, podem levá-lo de volta a um estado de equilíbrio.

Ante a situação que estamos vivendo, devemos manter a calma e a fé que, em breve, tudo isso passará. Fique em casa!

Compartilhe este post para ajudar na divulgação!

Pegue mais dicas no Pinterest » Simples Bella
Me siga no Instagram » @simplesbellablog

2 comentários:

  1. O meu maior problema aqui é parar de ver as notícias, tudo sobre esse assunto está em todo lugar, mesmo que a gente não procure :( Tomara que passe logo.

    Beijinhos de longe
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho evitado bastante, principalmente TV. De certa forma, estão contribuindo para um terror psicológico. Tenho fé que vamos sair dessa!

      Beijinhos de longe

      Excluir

- Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores.
- Não são permitidos links que redirecionam diretamente para um post, vídeo ou sorteio.
- Seu comentário é muito importante para o andamento do blog e é um grande incentivo para mim, deixe sua opinião, dica, elogio, critica (com fundamento) ou sugestão.
- Apreciamos educação!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para ser notificado(a) quando eu responder seu comentário!

© 2018 - Todos os direitos reservados Desenvolvido com amor, Lariz Santana